Roteiro 8 Dias Portugal

Previous Post Next Post

PORTO CIDADE

1ºDia 
Iniciamos o nosso dia com um passeio pela cidade do Porto a 2ª maior cidade Portuguesa considerado destino europeu do ano de 2014 o Porto mais conhecida pela cidade Invicta.
O Porto banhado pelas margens do Rio Douro a cidade está cheia de monumentos históricos dignos de uma visita com destaque para Torre dos Clérigos, Palácio da Bolsa, Sé do Porto ou ainda a Livraria Lelo. A antiga baixa da cidade está bastante bem conservada pois nos últimos anos tem sofrido vários melhoramentos que impressionam todos aqueles que lá passam, as ruelas estreitas escondem pequenas tascas onde se destaca a gastronomia típica do Norte com claro destaque para a Famosa Francesinha prato mais famoso daquela região, salta a vista as famosas caves do Vinho do Porto do outro lado da margem do Douro onde encontramos a melhor “varanda” para toda a baixa portuense e bairro da Ribeira, no nosso passeio contempla uma visita á uma cave e prova de vinho do Porto e um passeio de barco pelo rio Douro onde irá percorrer as famosas 6 pontes que ligam Porto á cidade de Gaia. A Ponte Dom Luís I com a sua arquitetura ímpar, terminada a sua construção em 1888 com 2 tabuleiros onde veículos, pessoas e trem partilham quase a mesma faixa. Regresso á origem.

 

BRAGA / GUIMARÃES

2ºDia 
Deixamos a cidade do Porto pela manha em direção a Braga cidade de romanos e mais tarde “cidade dos arcebispos”, Braga é um dos principais centros religiosos de Portugal, onde predomina fortemente o Barroco. Iremos descobrir os seus principais locais de culto, o seu centro histórico, as suas paisagens verdejantes e deliciando com os sabores típicos desta famosa região. Seguimos depois para a cidade de Guimarães considerada a cidade berço de Portugal, Guimarães oferece-nos um magnífico centro histórico classificado Património Mundial pela UNESCO (2001). Iremos conhecer os cantos da cidade Capital Europeia da Cultura de 2012, onde é possível apreciar a evolução de uma cidade de origem medieval, que mantém a sua autenticidade na atualidade. Regresso á origem.

SANTIAGO / VALENÇA

3ºDia
Deixamos a cidade do Porto pela manha em direção a Santiago, devido à beleza e valor dos seus monumentos a cidade de Compostela para além de ser uma referência no campo da peregrinação pelo famoso Caminho de Santiago, merece bem o título de Património Mundial. Em 1993, 8 anos depois o Caminho de Santiago também foi reconhecido como Património da Humanidade pela UNESCO. É um dos mais importantes centros de peregrinação do Mundo cristão, por isso e exatamente relacionado com esta questão, uma das referências da Capital Galega é a sua Catedral construída em homenagem ao Apostolo Santiago El Mayor. Visita à Catedral, passeando pela Plaza del Obradoiro é uma tarefa obrigatória para todo aquele que vem a Santiago de Compostela. Outro dos monumentos que fazem da Cidade de Santiago uma cidade importante é a sua Universidade com 500 anos de história, que dá à cidade o ambiente universitário que se respira nas ruas, e nos bares, pelas suas tradições. Ainda antes do regresso ao Porto tempo para uma visita a Valença do Minho que tem origens muito remotas. A sua ocupação remonta a épocas muito recuadas, as gravuras rupestres que se podem observar em determinados lugares de certas freguesias são prova irrefutável de uma ocupação longínqua no tempo. As Inquirições de D. Afonso III também fazem alusão a edificações do tipo dolménico no Concelho de Valença. Provenientes das mais variadas origens – indo-europeias, mediterrâneas e africanas – foram acudindo a esta região vários povos atraídos pela abundância da caça e da pesca, pela fertilidade do solo. Regresso á origem.

AMARANTE / RÉGUA / PINHÃO

4ºDia
Deixamos a cidade do Porto em direção ao Vale do Douro Lugar singular, onde a conjugação do clima, do rio, das uvas e do esforço do Homem deram origem à primeira região demarcada de vinhos do Mundo, pela produção do Vinho do Porto. Local pitoresco, de paisagens verdejantes e natureza exuberante, o Douro convida todos os seus visitantes a uma abstração temporária da realidade, iniciamos o nosso passeio por Amarante que é rica de património histórico e cultural. Atravessada pelo rio Tâmega e rodeada de serras, esta bonita cidade exibe com orgulho as suas casas do século XVII, cujas varandas de madeira colorida enfeitam as ruas estreitas A cidade de Amarante caracteriza-se pela sua relação com as serras e o rio, este seduz-nos com as suas margens rodeadas de árvores, passagem ainda por Calda de Moledo antes da chegada a Peso da Régua Peso e as suas origens permanecem desconhecidas, mas diz a lenda que uma casa romana rural denominado “Villa Reguela” existia aqui. No entanto, cresceu a partir de 1756, devido à criação da Companhia Geral do Alto Douro Vinha Agricultura. Marquês de Pombal, que foi o fundador da região de primeiro do mundo do vinho, criou esta instituição. Armazéns da Companhia foram, assim, construído em Peso da Régua, e as primeiras “feiras de vinhos”
Em 1998, foi classificado como Internacional da Vinha e do Vinho da cidade. Suas paisagens naturais são absolutamente único, uma vez que a região vinícola Alto Douro foi classificado pela UNESCO como Património Mundial, partimos então o Pinhão que é outra base no vale do Douro, onde o vinho do Porto domina a cultura, a cidade está na base de ladeiras cobertas de vinhas e espetacularmente constituídas na confluência dos rios Douro, destaque ainda para a fabulosa estação de Comboio com os seus painéis de azulejo típico Português. Regresso á origem.

 

AVEIRO / COIMBRA

5ºDia
Iniciamos o nosso dia com despedida na cidade do Porto em direção a Aveiro carinhosamente conhecida como A Veneza Portuguesa é cortada por ruas aquáticas onde deslizam os coloridos barcos moliceiros, os que lhe confere um carácter específico. Quem ouve falar na cidade de Aveiro, associa-a de imediato ao seu ex-líbris gastronómico os Ovos-Moles herança da tradição conventual Aveirense, segue-se Coimbra de ruas estreitas, pátios, escadinhas e arcos medievais, Coimbra banhada pelo rio Mondego foi berço de nascimento de seis reis de Portugal e da Primeira Dinastia, assim como da primeira Universidade do País e uma das mais antigas da Mundo sendo que o primeiro registo como universidade acontece em 1290. Coimbra é terra dos estudantes, mas mais que isso, é uma terra de tradições onde se cruzam o passado e o futuro que tem mais encanto na hora da despedida. Seguimos para Hotel em Coimbra.

 

FÁTIMA / BATALHA 7 NAZARÉ / OBIDOS

6ºDia
Pela manhã deixamos a Cidade dos estudantes e partimos para Fátima com o seu Santuário que é um dos maiores centros de peregrinação à Virgem Maria do mundo católico, o famoso santuário de Fátima atrai cerca de 6 milhões de peregrinos que todos os anos visita a Basílica de Nossa Senhora, a Capelinha das Aparições e a casa dos Três Pastorinhos na Cova da Iria, após dia tão rico seguimos para a cidade do Porto para hospedem. Seguimos depois para a Batalha cidade que alberga o Mosteiro Dominicano de Santa Maria da Vitória obra-prima de arquitetura gótica, património mundial da UNESCO. Seguimos depois para a Nazaré para passeio nas ruas estreitas, meter conversa e fotografar a ”mulher das sete saias”, comer um peixe fresco e subir aos miradouros da Pederneira e do Sítio para depois descer até à Praia pelo elevador centenário. Longe vão os tempos em que não existia praia por causa da insistência do mar em avançar terra dentro. Por isso, até ao século XVI, os nazarenos viviam na Pederneira e no Sítio locais que conjuntamente com a Praia constituem a Nazaré. Última visita do dia será na encantadora vila medieval de Óbidos cercada pelas imponentes muralhas do seculo XIV que perfazem um castelo muito bem conservado. Iremos percorrer as suas muralhas e paisagens de pequenas ruelas e igrejas, no final tempo para saborear a famosa Ginjinha de Óbidos. após dia tão rico seguimos para a cidade de Lisboa para Hotel.

ÉVORA / MONSARAZ

7ºDia
Pela manhã deixamos Lisboa em direção a Évora situada na região Alentejana uma das principais atrações de Évora é a Capela dos Ossos, onde centenas de ossadas humanas expostas nas paredes e no teto ficarão certamente gravadas na sua memória a abundância de monumentos da cidade levou à sua classificação como Património da Humanidade pela UNESCO, destaque para a famosa Capela dos Ossos, Sé de Évora e Templo Romano. Segue-se uma visita na Herdade do Esporão onde as extensões quase infinitas de campos verdejantes que logram resistir ao calor abrasador do Verão alentejano tudo graças ao moderno sistema de rega que automaticamente vai debitando as gotas necessárias em cada pé de vinha para que a produção seja otimizada, rodeados por vários hectares de área plantada este é o primeiro impacto que se tem assim que se entra no Esporão. Por último, mas não menos importante visitaremos Reguengos a Vila de Monsaraz é atualmente a varanda do Grande lago do Alqueva que permite desfrutar de belíssimos passeios de barco por entre centenas de ilhas e recônditos recantos que sabe muito bem cativar o nosso olhar constituindo-se num dos mais bonitos postais turísticos de Portugal. A sua envolvente deixa recuar o nosso imaginário por muitos séculos e a presença de mais de 150 monumentos megalíticos dá-nos o prazer de percorrermos histórias com mais de cinco mil anos. Além de um património histórico e rico e das magníficas e preservadas paisagens o conselho é detentor de uma forte identidade marcada pelos usos e costumes tradicionais no artesanato onde é obrigatório fazer referência especial a São Pedro do Coval, o maior centro oleiro de Portugal ainda na gastronomia e nos vinhos da região. Regresso á origem.

 

SINTRA / CASCAIS / ESTORIL

8ºDia
Iniciamos o nosso dia com um fabuloso passeio por Lisboa que é uma cidade iluminada. O Tejo e o Sol, quase sempre presentes, fazem da capital portuguesa um espelho de cor em que a beleza e os contrastes arquitetónicos não passam despercebidos nesta cidade com céu azul todo o ano e um Inverno ameno não admira que está na moda e anda nas bocas do mundo. Após o almoço segue-se a pitoresca cidade de Sintra outrora muito apreciada pela burguesia portuguesa e europeia, possui um rico acervo de palácios como o da Pena considerado um dos palácios mais bonitos do Mundo, segue o palácio de Seteais célebre pelos seus belíssimos jardins únicos em Portugal. Tempo ainda para uma passagem por Cascais, considerada por muitos a Riviera Portuguesa, o conjunto Estoril e Cascais é repleto de glamour e carisma. Com muitos atrativos num espaço reduzido e de enquadramento excecional em termos de natureza, cultura e património. Regresso á origem. Fim dos serviços.

 

Rotas similares

Usamos cookies para oferecer a melhor experiência on-line. Ao concordar em aceitar o uso de cookies de acordo com nossa política de cookies.

Configurações de Privacidade

When you visit any web site, it may store or retrieve information on your browser, mostly in the form of cookies. Control your personal Cookie Services here.

These cookies are necessary for the website to function and cannot be switched off in our systems.

In order to use this website we use the following technically required cookies
  • wordpress_test_cookie
  • wordpress_logged_in_
  • wordpress_sec

Decline all Services
Accept all Services